OURO PRETO: PC E MP DEFLAGRAM OPERAÇÃO

Polícia Civil de Ouro Preto deflagra operação “Baco” em parceria com Ministério Público e apoio da PRF.

Na manhã desta quarta-feira (26/02) a Polícia Civil de Ouro Preto do Oeste/RO deflagrou a operação “Baco” em parceria com o Ministério Público (MP) e apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A operação tem este nome por fazer alusão ao deus romano Baco, que era considerado o deus das festas.

O objetivo da operação era desvendar suposta fraude em licitações que estaria ocorrendo com uma empresa de eventos daquele município, tendo como um dos investigados, o promoter Rodrigo M.J.

Foram cumpridos durante a operação quatro mandados de busca e apreensão, sendo três em residências e um numa empresa. Nos locais foram apreendidos vários documentos, que serão posteriormente analisados para comprovação dos supostos crimes em tela.

Na residência Rodrigo, além dos documentos que serão objetos de análise, também foi localizado seis cones, que segundo ele não lhe pertence e foi achado. Como tal objeto não foi devolvido no prazo legal, Rodrigo foi submetido a Termo Circunstanciado de Infração Penal pelo delito de ‘Apropriação de Coisa Achada’ previsto no artigo 196, inciso II, do Código Penal.

Os delegados Roberto dos Santos da Silva, Júlio César de Souza Ferreira e Silvio Hiroshi Yamaguchi, comandaram a operação que contou com o apoio do Departamento de Polícia do Interior (DPI) e do Regional Alexandre Árabe, que disponibilizaram 20 policiais civis para esta ação, além dos escrivães e delegados. Contaram ainda com a participação de cinco policiais da (PRF) e os promotores Jonatas Albuquerque Pires, Evandro Araújo e Alba da Silva do MP. A Polícia Civil aguardará a análise dos documentos apreendidos para eventual adoção de outras medidas.

Texto: Cláudia Batista
Foto: Delegacia de Ouro Preto
Fonte: ASCOM/PC/RO