MEIO AMBIENTE: PRISÃO POR CRIME AMBIENTAL

Polícia Civil, através da Delegacia Ambiental, com apoio da Sedam prende em flagrante suspeitos de despejarem dejetos de fossas em uma vala a céu aberto em Porto Velho

Na manhã desta quarta-feira (01/10) a Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DECCMA), prendeu em flagrante os nacionais Matheus F.M., 20 anos, e Marcos S.S., 41 anos por crime ambiental.

Após receber denúncia anônima dando conta de que uma empresa de imunização estava despejando dejetos de fossas ao ar livre aquela Especializada, imediatamente, foi averiguar a veracidade das informações. A polícia solicitou apoio da Sedam para acompanhar os trabalhos.

Durante as diligências os policiais da DECCMA e o agente de proteção ambiental da Sedam flagraram os suspeitos em um veículo caminhão tanque, pertencente à imunizadora, momento em que despejavam dejetos provenientes de fossas em uma vala a céu aberto, localizado nos fundos de um condomínio residencial.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão a Matheus e Marcos, os quais foram encaminhados à delegacia e apresentados à autoridade policial para realização do flagrante.

A Polícia Civil informa que atos como este (depositar fezes humanas a céu aberto) além de gerar um desrespeito e dano ao meio ambiente é motivo para prisão em flagrante delito, tanto para quem pratica o ato quanto para quem manda.

Denúncias sobre fatos semelhantes poderão ser passadas pelo Disque-Denúncia da Polícia Civil, através do número 197.