Polícia Civil deflagra Operação Leviatã em Ouro Preto do Oeste e mais cinco cidades, para cumprimento de 50 mandados judiciais.

Nesta sexta-feira, dia 20.05, a Polícia Civil de Rondônia deflagrou a Operação Leviatã em simultaneamente em seis cidades do estado.

Em Ouro Preto do Oeste, onde se iniciaram as investigações e também principal foco da operação, mais de 50 policiais civis foram mobilizados para cumprir as ordens judiciais. A atividade ainda contou com o apoio especializado do helicóptero Falcão 02 do Núcleo de Operações Aéreas da Sesdec.

A Operação Leviatã foi coordenada pelos Delegados Júlio Cesar de Souza Ferreira e Roberto dos Santos da Silva, contando ao todo com mais 06 Delegados e 65 policiais civis, em Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Porto Velho e Alvorada do Oeste.

A operação visava o cumprimento de 50 ordens judiciais, entre prisões cautelares e buscas e apreensões, para coletar provas elementares de 08 inquéritos policiais que tramitam na Delegacia de Polícia em Ouro  Preto do Oeste, bem como garantir a aplicação da lei penal e a ordem pública.

Quatro organizações criminosas desarticuladas, sendo duas voltadas ao tráfico de drogas e outras duas voltadas a prática de crimes patrimoniais (roubo e furto) principalmente, além de tráfico de drogas.

Vinte pessoas foram presas, além de serem apreendidas drogas e armas de fogo com o cumprimento de 16 mandos de busca e apreensão.

Eles são investigados pela suspeita de praticarem os crimes como integrar ou promover organização criminosa, roubos, associação para o tráfico, explosão e furto qualificado.

Outros investigados não foram localizados e as diligências continuam para que sejam capturados.

Durante das buscas, além de objetos arrecadados de interesse para as investigações já em curso, foram apreendidas duas armas de fogo (revólveres), munições de diferentes calibres e ainda significativa quantidade de droga do tipo “crack” embalada para comércio. Em decorrência disso, quatro investigados foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas (art. 33 da lei 11.343/06) e posse irregular de armas ou munições (art. 12 da lei 10.826/03).

Parte da droga e uma arma de fogo foram encontradas enterrados em uma grande área localizada ao lado da casa de um investigado. A localização se deu devido à perspicácia de um dos investigadores.

Também foram feitas buscas dentro da Casa de Detenção, em três celas, sendo encontrados, ainda, 06 aparelhos celulares utilizados pelos apenados para comunicarem-se com o “mundo exterior” e arquitetarem crimes.

 

Nome da operação

 

Refere-se ao livro do filósofo Thomas Hobbes, ao se referir ao poder do Estado, com a seguinte citação: “A única forma de constituir um poder comum, capaz de defender a comunidade das invasões dos estrangeiros e das injúrias dos próprios comuneiros, garantindo-lhes assim uma segurança suficiente para que, mediante seu próprio trabalho e graças aos frutos da terra, possam alimentar-se e viver satisfeitos, é conferir toda a força e poder a um homem, ou a uma assembleia de homens, que possa reduzir suas diversas vontades, por pluralidade de votos, a uma só vontade. (…) Esta é a geração daquele enorme Leviatã, ou antes – com toda reverência – daquele deus mortal, ao qual devemos, abaixo do Deus Imortal, nossa paz e defesa.” Thomas Hobbes.

A Polícia Civil busca garantir a justiça, a paz e principalmente a proteção da sociedade rondoniense, e atuará envidando todos os esforços no cumprimento de seu dever constitucional.