De sábado a quarta-feira (11 a 15), três motocicletas foram recuperadas em ações da Delegacia Regional de Polícia Civil de Guajará-Mirim

A primeira motocicleta foi recuperada sábado(11). A Honda/bis 125CC, cor azul, placa NDB 1039 estava de posse de Evilázio De Sena Cortez e Diego Saucedo Juarez, presos suspeitos da prática do crime de Tráfico de Entorpecentes. Evilázio e Diego comercializavam drogas, na Avenida Boucinha de Menezes, 1292, Triângulo, Guajará-Mirim/RO quando foram surpreendido por policiais, que na abordagem encontraram porções de maconha, cocaína, rolos de plástico, balança e a motocicleta furtada.

Os Policiais Civis localizaram a segunda motocicleta, uma honda/biz vermelha, placa NDT 7815, escondida num matagal ao lado da antiga empresa “RONDOBAR”, Av. Benjamim Constant, no bairro industrial. Ela havia sido roubada da vítima de 37 anos, na última quinta-feira dia (09), ocasião em que dois elementos de posse de faca subtraíram da vítima. Segundo investigações, os autores esperavam o momento ideal para levarem a rés furtiva à Bolívia.

Os agentes da Polícia Civil recuperaram a terceira motocicleta, uma Honda/Fan, placa OHR 1320, na manhã desta quarta-feira (15), na residência de Antônio S. A. J, de 34 anos, localizada a Av. José Cardoso Alves 4889, Bairro Jardim das Esmeraldas. A motocicleta havia sido roubada a quase um mês, da vítima de 29 anos, que a estacionou na varanda da residência e na manhã do dia seguinte, percebeu que os ladrões cortaram o cadeado do portão e tinham levado sua moto. Antônio S. A. J. foi preso e encaminhado a Delegacia de Polícia.

O Diretor do Departamento de Polícia do Interior, Delegado Jeremias Mendes de Souza exaltou a eficácia dos policiais do Serviço de Investigação e Captura de Guajará-Mirim/RO, pelo ótimo resultado no policiamento na região fronteiriça. Destacando que apesar de enfrentarmos um momento de crise em virtude desta pandemia, a Polícia Judiciária Civil tem atuado do forma intensa no combater a criminalidade tentando prestar o melhor serviço possível à população.

Departamento de Comunicação da Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *