AÇÕES DA DELEGACIA GERAL! DEP. DE FLAGRANTES

Central de Polícia. Quem na capital do Estado não lembra desse nome? Era assim como se conhecia o hoje Departamento de Flagrantes da Polícia Civil – DEFLAG. Na verdade a Central de Polícia era uma Divisão do Departamento de Polícia Metropolitana – DEPOM e dada a sua importância, a Delegacia Geral de Polícia Civil, entendeu em janeiro do corrente ano em transformar a Divisão em um Departamento, o então DEFLAG. É por lá que passam quase cem por cento dos flagrantes registrados em toda a circunscrição de Porto Velho.
Somente este ano a Polícia Civil de Rondônia registrou aproximadamente 196.000 ocorrências, sendo de responsabilidade do DEFLAG 5.051 ocorrências e dessas 2.528 resultaram em autos de prisão em flagrante delito.
O Departamento é integrado por cinco Delegacias, as quais trabalham 24 horas, em turno de plantão de 12 horas. Agentes, Escrivães e Peritos Papiloscopistas que auxiliam os Delegados de Polícia de plantão nos inúmeros flagrantes que são autuados diariamente.
Desde o início do ano, visando melhor atender a população e oferecer melhores condições de trabalho aos policiais, o Departamento de Flagrantes vem passando por reformas, tanto na estrutura física, quanto na qualificação dos profissionais, com o apoio da Direção Geral da Polícia Civil.
Este ano o DEFLAG foi contemplado com uma van para o transporte de presos, além de ter recebido viaturas, criado novos ambientes internos para uma melhor recepção dos usuários, salas de atendimento humanizado para acolhimento a vítimas, crianças e mulheres que sofreram algum tipo de violência.
O diretor do DEFLAG José Marcos Rodrigues Farias se diz muito grato ao apoio que tem recebido dos servidores que integram o Departamento e afirma que as mudanças se tornaram possíveis, graças ao apoio da Delegacia-Geral, da iniciativa privada, Poder Judiciário, Ministério Público, e do Governo do Estado de Rondônia.
Por fim, a direção do Departamento, agradece toda a confiança e apoio que tem recebido do exmo. Sr. Delegado-Geral Samir Fouad e da Delegada-Geral Adjunta Alessandra Paraguassu.