SANTA LUZIA: PC PRENDE SUSPEITOS

Polícia Civil de Santa Lúzia d’Oeste recupera produtos de furto, prende supostos receptadores e recaptura dois foragidos da Justiça.

As apreensões e prisões ocorreram após investigações da Polícia Civil de Santa Luzia d’Oeste que apurava um crime de furto ocorrido em uma loja na cidade. Nas investigações a polícia desvendou os autores do crime, os receptadores dos produtos furtados e ainda recapturou dois foragidos da Justiça.

O furto ocorreu na loja Brasil Móveis, na madrugada de 04 de fevereiro. Os supostos infratores, Alecson  Rosa  e  Nivaldo Farias, teriam cometido o crime após terem fugido do presídio da cidade, aproveitando a liberdade arrombaram o estabelecimento comercial pelo telhado e furtaram 10 (dez) aparelhos celulares, 06 (seis) câmeras fotográficas digitais, 08 (oito) “chips” da operadora VIVO e diversas capas de celulares. Na mesma madrugada os acusados foram presos pela Polícia Militar da cidade, no entanto nenhuma suspeita recai sobre os dois no momento.

Após a confirmação da autoria do furto, os agentes da delegacia de Santa Luzia agiram rápido em detectar os receptadores, identificando André Renato, residente na cidade de Santa Lúzia e  Fábio Garcia, residente em Rolim de moura. Nas diligências os policiais tiveram informações que na casa de um dos receptadores estariam alojados dois foragidos da casa de detenção de Santa Luzia.

Com base nas informações levantas foi dado cumprimento ao mandado de busca e apreensão na residência de André Renato, onde  foi localizado dois aparelhos celulares e uma máquina fotográfica, objetos furtados na loja  Brasil Movéis. Na residência de Fábio Garcia além de objetos pertencente ao estabelecimento furtado a Polícia Civil recapturou  os foragidos Anderson Renato de Souza e Júlio César Tochio Nogueira, escondidos dentro de um sofá na residência de Fábio. Ambos haviam empreendido fuga da cadeia pública de Santa Lúzia no dia nove de fevereiro.

Os contraventores foram encaminhados à delegacia para os procedimentos cabíveis e os objetos devolvidos aos legítimos donos. Em seguida eles foram encaminhados à cadeia pública onde permanecerão à disposição da Justiça.

Texto: Rosilene Figueiredo
Fotos: Delegacia de Santa Luzia
Fonte: ASCOM,/PC/RO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *