ROLIM DE MOURA: PC DESVENDA HOMICÍDIO

Polícia Civil de Rolim de Moura desvenda homicídio e cumpre cinco mandados de prisão preventiva

As prisões foram realizadas na terça feira, 27 de maio, e imputam aos acusados o homicídio de Paulo Teles dos Santos, morto  e jogado no rio Maniporé, linha 176, lado sul.

Após a localização do corpo, dia 25 de maio, iniciou-se investigações sobre o crime, auferindo a prática delituosa aos envolvidos: Ivanildo Aparecido de Souza, alcunha “Nego boi”, Erismildo Francisco Nascimento, alcunha “Esmeril”, Cleverson Pedroso de Almeida, alcunha “Polaco”, Aliana Camargo, alcunha “ boa” e Maria da Penha Diniz.

De acordo com inquérito policial, a vítima frequentava  o bar de Aliana, denominado de “Bar da boa”, e no dia do crime teria ocorrido uma briga entre a vítima e Maria da Penha, genitora de Aliana. Na discussão, Paulo Teles teria chamado Maria de “vagabunda”, fato que provocou descontentamento em  Aliana e a fez pedir aos infratores que batessem na vítima para aprender a respeitar a mãe de uma “mulher boa”.

Seguindo às ordens da mandante, os executores, abordaram a vítima no bar de Aliana, conhecido como “Bar da boa”,  e o atacaram com um taco de sinuca e chutes, o que levou a vítima a cair ensangüentada no chão. Acreditasse que não houve morte imediata, situação que pode ter levado a vítima agonizar por horas sem atendimento algum.

As investigações apontam que após o crime, Aliana e outra cúmplice, ainda investigada, fecharam o bar, esperaram anoitecer  e  ocultaram o cadáver.

Após todos os indícios comprovados pela Polícia Civil, a autoridade policial requereu prisão preventiva dos infratores, sendo deferida pelo Poder Judiciário e  cumprida pelos agentes da 1ª Delegacia de Rolim de Moura. Os acusados aguardam à disposição da justiça.

Texto: Rosilene F. de Oliveira
Fotos: DP de Rolim de Moura
Fonte: ASCOM/PC/RO

Marcações: