Alvorada do Oeste: Polícia Civil deflagra operação de repressão a roubo.

Alvorada do Oeste: Polícia Civil deflagra operação de repressão a roubo.
Ação policial aconteceu em Ji-Paraná.

Nesta sexta-feira (12.02), a Polícia Civil, através da Delegacia de Alvorada do Oeste, desencadeou operação policial no município de Ji-Paraná, dando cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. A ação policial decorreu de investigação referente a um roubo ocorrido em 19.01.2016 (BO 71-16/ Alvorada).

A operação foi coordenada pelo Delegado Regional de São Miguel do Guaporé, Dr. Silvio Hiroshi Yamaguchi, e contou com apoio da Delegacia Regional de Ji-Paraná, representada pelo Dr. Luís Carlos Hora. Participaram policiais civis das delegacias de Alvorada do Oeste, Urupá e Ji-Paraná (1ª e 2ª DP, DEAM e Regional).

No dia do crime, por volta das 21h00, infratores invadiram a residência das vítimas e as fizeram reféns por cerca de seis horas e, nesse interregno, uma parte do grupo levou uma camionete Toyota Hilux. Os demais deixaram o local por volta das 3 da madrugada, levando diversos bens.

A investigação realizada pela Polícia Civil levou à identificação de dois dos envolvidos, um adolescente e Anderson Junio Vieira Tavares, o qual foi interrogado, indiciado e preso em cumprimento a prisão preventiva.

No cumprimento das buscas diversos bens foram localizados, arrecadados e apresentados na 1ª DP de Ji-Paraná. Os objetos são provenientes do roubo investigado e serão encaminhados à DP de Alvorada do Oeste.

As diligências foram ainda mais frutíferas. Durante a ação, os policiais civis lograram identificar Josiano da Silva Lima e Welton Silva Assunção, os quais confessaram participação em outro roubo (BO 627-16/1DP/JIP), este ocorrido na terça-feira (09.02) na Linha 206, zona rural de Ji-Paraná. Em poder deles foi apreendida parte da res furtiva e um revólver calibre 38, gerando prisão em flagrante (BO 677-16/1DP/JIP).
Neste roubo ocorrido na região do Rondominas, a Polícia Militar prendeu imediatamente dois suspeitos logo após a prática do crime, Celestiel dos Santos Rosa, o qual estava conduzindo o veículo da vítima com diversos bens em seu interior e Anderson Junio Vieira Tavares, que estava com cerca de dois mil reais em dinheiro.

A divulgação das fotos tem por objetivo buscar auxílio da população nas investigações e elucidação de outros crimes, verificando-se inclusive alguns com o mesmo modus operandi.