Ji-Paraná/Cuiabá: Polícia Civil de Rondônia e do Mato Grosso deflagram Operação Pé de Cabra

Na manhã desta quinta-feira, 28.04, as Polícias Civis de Rondônia e Mato Grosso deflagraram a Operação Pé de Cabra para apreender objetos e documentos que sirvam de prova, além de sequestrar bens suspeitos de terem sido adquiridos com dinheiro oriundo do crime.

A operação cumpriu 40 mandados de busca e apreensão e de sequestro de bens em Cuiabá e Várzea Grande, sendo mobilizados 60 policiais civis.

Foram apreendidos diversos objetos como dois veículos marca BMW, um Fiat/Siena, Um GM/Ágile e um Honda Civic, joias, tablets, computadores, smartphones, entre outros objetos encontrados com os suspeitos.

Com esta etapa da investigação serão individualizadas as condutas e identificados os autores dos crimes, de furto qualificado e receptação, dolosa ou culposa, conforme for apurado.

 

Entenda o caso

 

Diante do registro de boletins de ocorrência de furtos a estabelecimentos comerciais do ramo de telefonia em Ji-Paraná e região, instaurou-se inquérito policial para apurar os casos.

A investigação, a cargo do Delegado de Polícia, Dr. Luís Carlos Hora, titular da 1ª Delegacia de Polícia em Ji-Paraná, acabou por descobrir que os infratores seriam de outras localidades.

Apurou-se ainda que o grupo criminoso utilizava o apetrecho conhecido como “pé-de-cabra” para provocar o arrombamento e invadir as empresas. Os infratores tinham ainda modus operandi característico para evitar o funcionamento dos sistemas de alarme dos estabelecimentos. Em alguns casos, a invasão ocorria pelo telhado.

Essa quadrilha subtraía preferencialmente dinheiro e objetos de valor, como aparelhos tipo smartphone de maior valor.

No curso das investigações observou-se que os aparelhos subtraídos estavam sendo levados para o Mato Grosso, especialmente Cuiabá e Várzea Grande.

A partir de então com o apoio e orientação da Delegacia Regional de Ji-Paraná e Departamento de Polícia do Interior, ficou estabelecida uma parceria com a Delegacia Especializada na Repressão de Roubos e Furtos de Cuiabá, a qual arregimentou meios locais para o cumprimento das diligências investigativas locais e deflagração da operação.

As investigações realizadas em parceria levaram a diversas empresas e Shopping Popular de Cuiabá, além de residências, naquela capital.

Em Cuiabá e Várzea Grande as ações foram desencadeadas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), sob o comando da Delegada de Polícia, Dra. Elaine Fernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *