Ji-Paraná: Polícia Civil elucida feminicídio e prende em flagrante

Nesta segunda-feira, 20.06, por volta das 10h30 a Polícia Civil em Ji-Paraná foi acionada para apurar a morte de uma mulher no bairro Ministro Andreazza, em Ji-Paraná. As ações foram desenvolvidas pelo Delegado de Polícia Rildo Maciel e policiais civis da 2ºDP.

Após tomar informações preliminares, a investigação tomou conhecimento de uma discussão, com muito barulho, havida entre o casal durante a madrugada, bem como foi percebida uma mudança da rotina da casa já pela manhã.

Em seguida a Polícia Civil diligenciou para localizar o marido e o encontrou em seu trabalho, onde ao ser questionado acabou confessando o crime.

Orazio Campos Chavez confessou o assassinato de sua companheira Sirleide Alves da Mata, alegando ter agido dessa forma após uma discussão entre o casal, por motivo de ciúmes, ao retornarem de uma festa. Depois de aplicar socos e golpes com pedaço de madeira, Orazio ocultou o corpo de Sirleide em baixo da cama e, pela manhã, saiu para trabalhar.

Ainda segundo foi apurado, o suposto infrator havia pedido sua demissão e aguardava a rescisão para ser liberado.

Reunidas e confirmadas todas essas informações, Orazio foi autuado em flagrante e colocado á disposição da justiça.