Setembro amarelo faz alerta sobre Suicídio. Polícia Judiciária Civil do Estado de Rondônia alerta a população sobre o aumento de suicídios neste setembro/2019.

A Polícia Judiciária Civil do Estado de Rondônia por intermédio de sua Assessoria de Comunicação e Estatística alerta a população para o aumento do índice de suicídios registrados neste mês de setembro de 2019. O números demonstram que chegamos ao triplo do ocorrido no mesmo período do ano passado, com 9 (nove) ocorrências em 17 dias, somente nesta capital;
Pesquisas mostram que os problemas conjugais são as motivações que mais levam uma pessoa a intentar contra sua própria vida, chegando a 55% dos casos, seguido por depressão com 22%. A faixa etária que mais é vitimada são jovens e adolescentes, com 66,6% dos casos e os homens são as vítimas com maior incidência..
Entre os sinais que podemos identificar uma pessoa sob risco de suicídio são:
1 Comportamento retraído, inabilidade para se relacionar com a família e amigos;
2. Doença psiquiátrica;
3. Alcoolismo;
4. Ansiedade ou pânico;
5. Mudança na personalidade, irritabilidade, pessimismo, depressão ou apatia;
6. Mudança no hábito alimentar e de sono;
7. Tentativa de suicídio anterior;
8. Odiar-se, sentimento de culpa, de se sentir sem valor ou com vergonha;
9. Uma perda recente importante – morte, divórcio, separação, etc.
10. História familiar de suicídio;
11. Desejo súbito de concluir os afazeres pessoais, organizar documentos, escrever um testamento, etc;
12. Sentimentos de solidão, impotência, desesperança;
13. Cartas de despedida;
14. Doença física;
15. Menção repetida de morte ou suicídio.
A População precisa estar atenta aos sinais demonstrados por ente queridos ou pessoas próximas, para assim, poder ajudá-las; Abordando com cuidado, preocupação, oferecendo apoio emocional, focalizando na força positiva da pessoa e se possível encaminhando-a a um profissional de saúde mental; Estar junto da pessoa. Nunca deixá-la sozinha. E por fim, sutilmente falar com a pessoa e remover as pílulas, faca, arma, inseticida, etc. (distância dos meios de cometer suicídio) e comunicar a família e reafirmar seu apoio;
O Delegado-Geral Samir Fouad Abboud informa que a Polícia Judiciária Civil reforça seu compromisso, sensibilidade, preocupação com outro ser humano e a crença de que a vida é um aprendizado que vale a pena e que juntos podemos ajudar a prevenir o suicídio.

Asscom