MACHADINHO: “OPERAÇÃO DEVASTAÇÃO”

Polícia Civil com apoio da Polícia Militar deflagra última fase da “Operação Devastação” em Machadinho do Oeste

Na manhã desta quinta-feira (31/07) a Polícia Civil deflagrou, em Machadinho do Oeste, a última fase da “Operação Devastação” e contou com o apoio do Ministério Público e Polícia Militar de vários municípios, além da P2 de Jaru e policiais civis que compõem o Departamento de Polícia do Interior (DPI). Ressaltando que a Polícia Militar de Ji-Paraná enviou um cão farejador para ajudar nas buscas.

A ação visa diminuir a criminalidade, bem como inibir o tráfico de drogas naquelas regiões. A Polícia Civil investigou durante dois meses a ação dos suspeitos presos nesta operação. Os investigadores não mediram esforços a fim de levantar indícios suficientes para que a autoridade policial solicitasse junto ao Judiciário vários mandados de prisão e mandados de busca e apreensão, dos quais, após deferidos, alguns foram cumpridos semana passada e a maioria na manhã desta quinta-feira (31).

A ação foi comandada pelos delegados Sérgio Seizo Toma e dra Fabrizia Elias Soares Alves. Foram presos oito envolvidos nas investigações, além da realização de dois flagrantes e do cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão. As medidas cautelares foram cumpridas em Machadinho, Cujubim e Ariquemes. Foram apreendidas drogas, munições, material utilizado para o endolamento de entorpecente e vários objetos de procedência duvidosa.

Através das prisões retromencionadas duas supostas organizações criminosas foram desarticuladas. Estas agiam constantemente nos municípios de Machadinho do Oeste e Ariquemes. Segundo apurou-se, os 33 quilos de cocaína apreendidos na quinta-feira (24/07), em Ariquemes, estão relacionados à referida organização.

A Direção Geral de Polícia Civil parabeniza os policiais pelos contínuos e intensos trabalhos desenvolvidos em Rondônia. A foto de alguns dos presos está sendo divulgada por interesse público, visando esclarecer outros supostos crimes. Qualquer informação sobre os mesmos poderá ser passada pelo 197 (Disque-Denúncia da Polícia Civil).