SÃO FRANCISCO: PC E PM PRENDEM SEIS

Policiais Civil e Militar de São Francisco do Guaporé e Costa Marques realizam operação conjunta que resulta na prisão de seis pessoas e na recuperação de um veículo roubado

Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar de São Francisco e Costa Marques, intitulada “Operação Kurupi”, resultou na prisão de seis pessoas e na recuperação de um veículo roubado.

A Operação, que foi comandada pelo Comandante da Polícia Militar de S. Francisco do Guaporé, Sargento Siqueira, e do Delegado de Polícia Civil, Ícaro Alex Soares Bezerra, foi deflagrada na noite de sábado e se estendeu pela madrugada e manhã de domingo (29.03.2015), e contou com efetivo de quinze policiais (entre civis e militares).

Após abordagens em bares, pontos de comercialização de bebidas alcoólicas e nas ruas de São Francisco do Guaporé, os policiais conseguiram apreender um veículo VW Saveiro, ano/modelo 2014/2015, roubado, o que resultou na prisão do seu condutor, Gilson Alves Cabral, por receptação. Gilson alegou ter pagado a quantia de dezesseis mil reais pelo veículo, o qual está avaliado em quarenta e um mil. O caso será investigado pela Polícia Civil, haja vista que é possível que haja outros veículos na região nas mesmas condições.

Durante os trabalhos, foram capturados e recolhidos à Casa de Detenção local, três foragidos da justiça. Dois deles (Reginaldo Aparecido de Lima e Fábio Martins de Andrade) estavam com mandados de prisão preventiva por serem suspeitos de praticarem crimes de estrupo de vulnerável (suspeitos de praticarem conjunção carnal e atos libidinosos com crianças). Além de Reginaldo e Fábio, os policiais conseguiram capturar, ainda, Ronaldo Aparecido de Lima, foragido da Comarca de Alta Floresta do Oeste, onde é suspeito da prática de crime de homicídio.

A noite foi movimentada na Delegacia de Polícia de São Francisco e, durante a operação, foram lavrados mais duas prisões em flagrante. Ivaldo dos Santos foi preso após agredir e lesionar a sua cunhada com um golpe de facão no rosto, enquanto Marcinei Rodrigues Miranda foi autuado após furtar uma bicicleta no centro da cidade. Foram confeccionados, ainda, dois requerimentos por medidas protetivas a vítimas de agressão doméstica e familiar.

O nome da operação (“Kurupi”), faz referência ao deus mitológico guarani (filho de Tau e Kerana) que, segundo a lenda, habita as florestas verdes brasileiras e que, em noites de lua cheia atormente a vida dos índios e animais, alimentando-se de crianças e filhotes de recém-nascidos. Costuma estuprar índios perdidos na floresta, assim como índias virgens e é conhecido pelos seus gritos e gargalhadas malévolos.

Fonte: ASCOM/PC/RO