Mais de 400 adolescentes recebem orientações sobre “prevenção as drogas” da Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado de Rondônia e a Secretaria de Cultura do município de Buritis realizam mais uma edição do “Projeto Cultural de Combate às Drogas”. Na primeira etapa do Projeto, mais de 400 adolescentes já participaram do ciclo de palestras iniciado no mês de novembro nas escolas municipais Maria de Abreu Bianco e Marechal Rondon. O ação foi iniciado pela Secretaria de Cultura de Buritis que nos últimos meses convidou integrantes da Polícia Civil para colaborar com o desenvolvimento do Projeto.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil e colaborador do Projeto em Buritis, Dr. Niki Locatelli,  o objetivo do projeto é “apresentar por meio de palestras nas escolas  os prejuízos e malefícios que as drogas causam ao indivíduo, assim como, sugerir modelos de prevenção as drogas, qual a tipificação do Ato Infracional que o adolescente praticou caso esteja comercializando ou apenas consumindo, e ao final de cada ciclo de palestra os representantes da Polícia Civil e da Secretaria de Cultura respondem aos questionamentos do público presente”, explica o Delegado.

O “Projeto Cultural de Combate às Drogas” é uma iniciativa da Secretaria de Cultura do Município de Buritis em parceria com a Polícia Civil do Estado de Rondônia e tem o apoio dos Delegados Niki Locatelli, Fred Mercury e Lucas Torres, assim como, o apoio dos agentes de Polícia Civil Jair de Paula e Eloise Farina, além dos técnicos da Secretaria Municipal de Cultura Elvis e Rodrigo.

O delegado Fred Matos, revela que esta iniciativa visa diminuir a inserção do adolescente no consumo das drogas ilícitas, bem como, a entrada deste adolescente na criminalidade. “A proposta é apresentar aos adolescentes que as drogas trazem prejuízos irreparáveis para saúde, para família e limita o convívio social, além de prejudicar no andamento dos estudos”, comenta o Dr. Fred.

 

Na oportunidade, os representantes da Polícia Civil ainda realizam uma breve apresentação do papel da Instituição, assim como, explicam para os jovens a atuação policial perante ao adolescente em conflito com a lei . Vale ressaltar que ainda este mês, será realizada mais uma edição do Projeto.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *