Polícia Civil prende “comandante do furto” em Espigão do Oeste

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da 1ª Delegacia de Espigão do Oeste realizou no final da tarde desta segunda-feira (13/02), a prisão de Josué Jesus de Souza Filho, conhecido popularmente como “Nego do Buraco”. De acordo com investigações policiais, “Nego do Buraco” era o grande orquestrador de crimes contra o patrimônio (furto) realizado na região nos últimos meses e tinha sob o seu comando adolescentes que eram induzidos a prática dos delitos.

JOSUÉ DE SOUZA - VULGO "NEGO DO BURACO"

As investigações apontam que Josué de Souza, vulgo “Nego do Buraco”, trabalhava como verdadeiro comandante do furto no município de Espigão do Oeste, sendo assessorado por um grupo de pessoas, em geral adolescentes. “Josué de Souza indicava os locais que seriam propícios a serem invadidos pelos adolescentes e adquiria os produtos furtados por estes”, disse o Investigador.

O Delegado da Polícia Civil em substituição na cidade, Frankie Lopes de Souza, revela que com o aumento dos crimes patrimoniais registrados nos primeiros meses do ano de 2017 no município citado, representou pela busca e apreensão domiciliar. “Com a busca domiciliar, que mobilizou todo o efetivo operacional da polícia civil, foi possível localizar uma vastidão de objetos de procedência incerta, sendo 13 aparelhos celulares, 11 relógios, aparelhos de som automotivo, DVDs, receptores, dentre outros objetos”, explicou o Delegado.

Vale ressaltar que após a apreensão dos objetos que estavam ocultados na residência do “Nego do Buraco”, a Polícia Civil entrou em contato com vítimas que tiveram pertences semelhantes roubados ou furtados e, na ocasião, duas delas tiveram seus bens reconhecidos e restituídos.

As imagens dos bens apreendidos e do suspeito são divulgadas no intuito de identificar possíveis vítimas de crimes e estas terem os seus pertences restituídos de quem ilegitimamente os subtraiu.

A Polícia Civil do Estado de Rondônia disponibiliza o número 197 para todo cidadão que deseja realizar denúncias sobre quaisquer prática criminosa. Vale ressaltar que a denúncia pode ser realizada de forma anônima e sigilosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *