Polícia Civil elucida roubo, recupera celular e prende traficante no interior

Na manhã de desta segunda-feira (20/03), a Polícia Civil do Estado de Rondônia em ação coordenada pela Delegacia de Mirante da Serra, com apoio da Polícia Militar, policiais civis lograram êxito em capturar Carlos Junior Teodoro, o qual já estava sendo investigado há meses pelo setor de inteligência da Polícia Civil.

Segundo informaram dos investigadores, Carlos Junior, seria suspeito de ser um dos traficantes que tem agido na região de Mirante da Serra, sendo também suspeito de ter praticado vários roubos (assalto). Na última quinta-feira (16/03), uma dupla de assaltantes anunciou assalto a duas moças, quando essas saíam do trabalho, levando dois aparelhos smarphones.  A partir disso, e com as suspeitas já existentes sobre o investigado Carlos Junior, os policiais civis iniciaram diligências para capturá-lo, o que veio a ocorrer apenas nesta manhã.

Para infortúnio do criminoso, ele foi capturado justamente quando pretendia “desbloquear” um dos aparelhos, um Samsung J7 Prime, pertencente a uma das vítimas. Ele foi submetido a reconhecimento, sendo que ambas o reconheceram sendo o autor do roubo. Após a captura, os agentes realizaram busca consentida em sua residência, e lograram êxito em apreender várias porções de maconha já preparadas para o comércio, além de uma balança de precisão.

O investigador Aquiles, informou que os trabalhos de investigação continuam para verificação de autoria quanto aos demais crimes em apuração, sendo que estão investigando se Carlos Junior seria autor, ou teria envolvimento com outros cinco roubos praticados em 2017 na região.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil, Julio Cesar, coordenador da ação e responsável pelo inquérito, o investigado foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, e também será indiciado por roubo circunstanciado, podendo ser condenado há mais de 10 anos de prisão, “Esse é apenas o primeiro, vamos capturar todos aqueles que estejam praticando roubos na região, é apenas uma questão de tempo”, frisou o Delegado.

O indiciado permanecerá preso à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *