Polícia Civil e Militar desarticulam quadrilha que praticou roubo

A Polícia Civil do Estado de Rondônia em ação conjunta com a Polícia Militar de Costa Marques, realizou a prisão de uma quadrilha que praticou o crime de roubo de um sitiante na zona rural do município de Ji-Paraná. A ação policial iniciada na última segunda-feira (05/06), conseguiu recuperar uma caminhonete modelo S-10 e diversos outros produtos levados durante a ação criminosa, assim como, prendeu um membro do Comando Vermelho que no dia dos fatos, agrediu uma das vítimas.

A equipe policial encontrou a caminhonete na residência de Francisco Mendes Pinheiro, preso na operação, que confessou aos policiais que iria atravessar o veículo roubado na madrugada de terça-feira e ganharia certa quantia em dinheiro para realizar a entrega ao boliviano e, que o mesmo já o aguardaria do outro lado do Rio Guaporé.

O motorista que conduziu a caminhonete roubada até a cidade de Costa Marques também foi identificado e preso nesta ação policial. Robson Fernandes da Silva Lima, de 29 anos, foi preso na rodoviária e admitiu ter levado o veículo e escondido na cidade de Costa Marques. Segundo ele, um amigo o chamou para fazer o “trabalho” e iria receber a quantia de R$ 5 mil reais.

Robson Lima também afirmou que na noite do crime, ficou aguardando pelo lado de fora, junto com a pessoa de Jéssica, dentro de um veículo  modelo Celta, de cor preto. Ao entrar na residência, foi recebido por um dos assaltantes, que entregou as chaves da caminhonete S-10 e mandou sair logo daquele local. Então, dirigiu até a cidade de Costa Marques e escondeu o veículo na casa de Francisco.

Diante das informações a Polícia continuou o trabalho investigativo e chegou até o possível esconderijo da quadrilha, localizado em uma residência na Rua T-06 com a Rua Aracaju, no 2º Distrito de Ji-Paraná. No local, com o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE), CANIL e Guarnições de Rádio Patrulha, a equipe localizou o fugitivo da Colônia Penal de Porto Velho e membro do Comando Vermelho, Ualan Mendes da Silva Souza, vulgo “Máscara”, que participou do roubo, chegando a espancar uma das vítimas.

Ainda de acordo com a Polícia, a proprietária da residência identificada como Jéssica Rozelayne Cordeiro, de 26 anos, negou participação no crime,  mais foi conduzida até a Delegacia e, em seu depoimento, acabou se complicando. A acusada  já tem passagem pela polícia por tentar entrar com drogas no presídio a pedido de seu esposo.

Daiane Alves da Costa, de 20 anos, amiga de Jéssica, também foi presa pela participação do roubo. Segundo informações policiais, ela seria a “olheira” da quadrilha e fazia os levantamentos das possíveis vítimas. Vinte dias antes do roubo, Jéssica e Daiane foram até a residência da vítima fazer filmagens do local.

A Polícia revela ainda que o segundo assaltante não foi localizado, porém já foi identificado e deve ser localizado em breve. Vale ressaltar que as armas utilizadas no assalto também no foram encontradas nas residências citadas acima.

 

 

Fonte: ASCOM/PC com informações e imagens do comando 190

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *