Acadepol e DEI da Polícia Civil têm nova diretoria desde a última sexta-feira (16/03)

Na manhã desta última sexta-feira (16/03), o Delegado-Geral da Polícia Civil do Estado de Rondônia, Eliseu Muller, nomeou o novo Diretor do Departamento de Estratégia e Inteligência (DEI) e da Academia de Polícia (Acadepol). O Delegado,  Hélio Teixeira, deixa o DEI para assumir a diretoria da Academia de Policia Civil  (ACADEPOL) e o Delegado Eduardo Batistela, deixa a titularidade do 5º DP para assumir o Departamento de Estratégia e Inteligência (DEI) da Polícia Civil. A cerimônia foi realizada no gabinete da Direção-Geral, em Porto Velho, e contou com a presença do Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (SESDEC), Cel Lioberto Caetano, o Adjunto da SESDEC, Luiz Roberto, Adjunto da Polícia Civil, Antônio Carlos dos Reis, chefes de departamentos, servidores e demais autoridades.

Na oportunidade, o Delegado-Geral da Polícia Civil, Eliseu Muller, agradeceu o trabalho desenvolvido pelos diretores anteriores e desejou sucesso aos novos. “É  importante ressaltar que ambos os diretos do DEI e da Acadepol realizaram um importante trabalho enquanto estiveram à frente da pasta que colaboram com o desenvolvimento institucional que refletiu no atendimento à comunidade. Obrigado pelo empenho e dedicação para com esta Instituição!”, comentou o Delegado.

O Secretário da SESDEC, Cel Lioberto Caetano, parabenizou os novos diretores e a Polícia Civil pelos resultados apresentados. “A Polícia Civil tem um papel fundamental dentro do segmento da segurança pública e tem se destacado pela sua atuação planejada e eficiente e gostaria de ressaltar que a SESDEC é uma facilitadora e que esta à disposição para contribuir para o melhor desempenho desta Instituição”, disse o Secretário.

O Delegado da Polícia Civil, Hélio Teixeira, agradeceu o convite e mencionou estar pronto para o novo desafio. “Estar à frente da Acadepol é poder estreitar a relação com os nossos servidores proporcionando capacitações, treinamentos e promovendo projetos que fortaleça a identidade da Polícia Civil”, comentou Hélio.

Fonte: ASCOM/PCRO