Líderes de organização criminosa são presos na Ponta do Abunã

Policiais da 2ª Delegacia de Polícia de Porto Velho, que atuam na Operação Hórus, deflagrada em Ponta do Abunã, coordenados pela delegada Keity Mota, cumpriram mandados de prisão preventiva expedidos contra Geova Rufino da Silva, André Luiz Pereira, Welinton Igor Braga e Emerson Ramos de Jesus, apontados como líderes de uma organização criminosa que atuava na região no tráfico de drogas.

Durante as investigações, os policiais apuraram que Geova e André Luiz eram líderes de uma organização criminosa que atuava em Extrema. Já Welinton e Emerson atuavam em Vista Alegre do Abunã.
Os policiais apuraram, ainda, que grande parte dos homicídios que ocorreram em 2018 e 2019 na região da Ponta do Abunã, estava ligada ao tráfico de drogas, e foram cometidos a mando dos quatro líderes que estão presos. “Todos os quatro se conhecem e atuavam juntos”, disse a delegada.

Segundo a delegada Keity, foi apurado também que os líderes faziam uma espécie de controle dos pontos de venda de droga. “Eles obrigavam os traficantes menores a comprar droga com eles e obrigam também eles a pagar uma espécie de taxa de autorização para poder comercializar droga na região. Nós conseguimos tirar essas quatro pessoas do meio da sociedade”, esclareceu.

A delegada enfatiza que o trabalho das Polícias Civil e Militar vai continuar na região e não tem data para terminar. “Nós vamos continuar trabalhando na região para não deixar que essa ramificação de criminosos entre no nosso estado do jeito que eles acreditavam que estava fácil. Essas pessoas pensavam que não tinha o poder das polícias na região, mas tem e nós vamos continuar atuando”, enfatizou.

Um dos crimes cometidos a mando dos bandidos foi a execução de um comerciante, que morreu porque desagradou a organização criminosa. Os quatro criminosos presos foram encaminhados para o presídio, onde ficarão à disposição da justiça.

Fonte: https://www.rondoniagora.com/policia/lideres-de-organizacao-criminosa-sao-presos-na-ponta-do-abuna