PATRIMÔNIO PRENDE SUSPEITO DE ROUBO

Polícia Civil, através da Delegacia de Patrimônio, prende último suspeito do roubo no caminhão de uma empresa de bebidas de Porto Velho

No final da tarde do dia 21 de agosto do corrente ano três funcionários de uma empresa de bebidas de Porto Velho, que estavam num caminhão da empresa, foram abordados por dois homens numa motocicleta, os quais anunciaram o assalto.

Os funcionários foram levados juntamente com o caminhão para a Cascalheira, onde foram colocados embaixo do veículo enquanto os assaltantes arrombavam o cofre, que fica dentro do mesmo. Os infratores subtraíram R$ 19.000,00 (dezenove mil reais) em espécie e, aproximadamente, R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) em cheques, após o crime evadiram-se do local.

O delegado José Marcos Rodrigues Farias, Titular da Delegacia de Patrimônio de Porto Velho/RO parabenizou, inicialmente, o trabalho da Polícia Militar, pois foi através de uma prisão efetuada por eles que iniciaram-se os esclarecimentos do roubo acima mencionado.

A PM prendeu em flagrante o nacional Alessandro A.P., 26 anos, por ter praticado a famosa “saidinha de banco”, conduzindo-o à Central de Flagrantes. Naquela Central resolveram chamar os funcionários da empresa de bebidas, pois desconfiaram que Alessandro tivesse participação no roubo da empresa de bebidas. Os funcionários logo o reconheceram. Então, o delegado plantonista da Central fez o auto de reconhecimento do suspeito e encaminhou à 5ª Delegacia de Polícia.

Em continuidade às investigações, os policiais da 5ª DP identificaram o segundo suspeito do roubo, que era o motorista do caminhão, ou seja, funcionário da empresa, identificado como Emesson R.P., 30 anos, que se encontra, atualmente, hospitalizado devido um acidente de trânsito que sofreu.

A equipe da 5ª DP também conseguiu apreender a motocicleta utilizada no assalto, uma Yamaha 250, preta. Em seguida aqueles agentes fizeram os devidos relatórios das informações coletadas e a autoridade policial encaminhou o inquérito à Delegacia de Patrimônio, que deu continuidade aos trabalhos.

Diante do exposto a equipe da Delegacia de Patrimônio sob o comando do delegado José Marcos concluiu as investigações prendendo o último suspeito do caso em tela, identificado como sendo Weliton D.N., 23 anos.

Constatou-se ao final dos interrogatórios que o motorista Emisson planejou o crime, Alessandro e Weliton o executaram. Os suspeitos confessaram que o dinheiro foi dividido da seguinte forma: o motorista ficou com R$ 3.000,00 (três mil reais), desses devolveu à polícia R$ 1.00,00 (Mil reais), os outros dois ficaram com R$ 8.000,00 (oito mil reais) cada.

A Polícia Civil está divulgando a foto de Alessandro e Weliton por interesse público visando esclarecer outros supostos crimes. Qualquer informação sobre os mesmos poderá ser passada ao Disque-Denúncia da Polícia Civil, através do número 197.