Reunião debate sistema de monitoramento e segurança pública

A Prefeitura de Ariquemes, recebeu esta semana a visita do delegado regional Thiago Flores para conhecer de perto o sistema de monitoramento e segurança do Município. Em reunião o prefeito municipal discutiu questões sobre a segurança pública com o delegado, o Secretário de Segurança e Trânsito e técnicos do Departamento de Tecnologia e Informação.

Questões acerca da implantação e pontos estratégicos das novas câmeras de vídeo monitoramento instaladas na cidade; análise do monitoramento; estudo de casos; entre outros assuntos foram abordados na reunião. “O infrator que se ver intimidado por uma câmera, provavelmente irá pensar duas vezes antes de cometer um crime porque sabe que posteriormente aquelas imagens poderão ser utilizadas para sua identificação. “, expôs o delegado regional.

Conforme a apresentação técnica do diretor do DTI da Prefeitura, atualmente o município mantém ativas 12 câmeras de monitoramento, sendo que o projeto de expansão já iniciou a implantação de mais 21 novas unidades em vários pontos estratégicos. Os órgãos de segurança irão auxiliar o município na escolha destes novos pontos. Ao todo já contabilizam-se 33 câmeras que funcionam 24 horas de monitoramento. ” A participação da Prefeitura nesse sentido é de extrema importância, pois sem essa parceria com a Polícia Civil, com o Comando da Polícia Militar, sabemos que somente com essa união dos setores da sociedade civil é que podemos viver com mais segurança. “, ressaltou.

As imagens gravadas ficam armazenadas na Central durante 15 dias e, após esse período, são armazenadas no banco de dados da Prefeitura. ” Não é só o monitoramento, por trás há pessoas especializadas que fazem parceria com a polícia civil, temos que trabalhar esse sentimento de impunidade que vivemos”, disse o delegado.

O objetivo da Prefeitura é auxiliar os órgãos de segurança em eventuais situações, deste acidentes de trânsito, até soluções para assaltos, roubos, ou identificação e localização de suspeitos de crimes. “O sistema atual já tem ajudado em várias situações e ocorrências, sendo que esta ampliação do sistema, definindo pontos estratégicos, como entradas de bairros, ou entradas e saídas da cidade, serão novas ferramentas para garantir uma maior segurança aos cidadãos”, expôs capitão Levi, secretário municipal de Segurança e Trânsito.
Fonte:Comunicação PMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *