Polícia Civil prende mais um suspeito por executar comerciante em Porto Velho

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio, realizou nesta quarta-feira (23/08), a prisão do nacional Edcley Félix de Souza, apontado como um dos envolvidos no assalto que ceifou a vida do comerciante Leocádio Viana de Aguiar (53 anos). Informações policiais revelam que a vítima reagiu ao assalto e foi executado pelos criminosos em seu estabelecimento comercial. O crime ocorreu no último dia 26 de julho.

O Delegado da Polícia Civil que conduz este caso, André Tiziano, revela que com o trabalho investigativo da Polícia Civil foi possível identificar o envolvimento de três pessoas nesta ação criminosa, são eles: Randili Maurício Padilla Belon, que foi preso no mesmo dia pela Polícia Militar, Edcley Félix de Souza e um menor. “Quanto ao adolescente participante do crime, a Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada de Apuração de Atos Infracionais (DEAAI) já trabalha para conduzi-lo até a Especializada”, explica o Delegado.

Comedido e sem se identificar, um dos policiais responsáveis pela prisão de Edcley Félix comentou o trabalho realizado pelos profissionais da Segurança Pública.“Qualquer crime realizado não pode ficar sem  respostas. Todo policial é, antes de um agente do Estado, cidadão, ser humano. Nós sentimos a dor das pessoas e buscamos a solução de forma célere e eficaz”, disse o Policial.

Entenda o caso

O comerciante foi morto com um tiro na cabeça dentro de sua residência localizada na Rua Aruba, Bairro Socialista, Zona Leste de Porto Velho. Segundo a PM, logo após o crime, os policiais intensificaram a patrulha pela região e prenderam Randili Belon, que confessou ter sido o motorista que deu fuga aos dois comparsas na ação criminosa.