Polícia Civil prende acusados pela prática do crime de homicídio em Ji-Paraná

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (Delegacia de Homicídio) em Ji-Paraná, prendeu nesta quinta-feira (24/05), três indivíduos acusados pela prática do crime de homicídio registrado no dia (20/02/2018), na Linha Santa Rita, no 2º Distrito de Ji-Paraná. A vítima, o ex-presidiário Elmir Marques Santos, de 36 anos, popularmente conhecido por “Mil-Mil”, foi encontrado já sem vida ao lado de sua motocicleta com várias perfurações no corpo oriundas de disparos de arma de fogo. A Polícia Civil investigou o caso e efetuou a prisão dos acusados Sérgio Aparecido Fogaça Sousa, Analdo Fogaça Sousa (vulgo “Naldo”) e  Jeanilson Siqueira de Paula ( vulgo “Magaiver”), todos participantes da prática criminosa.

O Delegado da Polícia Civil, Cristiano Mattos, revela que a Polícia Civil tem trabalhado diuturnamente para garantir a segurança do cidadão. “A elucidação deste homicídio comprova mais uma vez a eficiência desta instituição que com a dedicação e empenho dos servidores tem promovido a justiça e a paz social”, disse o Delegado.

Histórico

O crime aconteceu em um travessão que dá acesso à Linha Santa Rita, mais conhecida como “Estrada da Condor ou Linha Pirineus”, no 2º Distrito de Ji-Paraná. Elmir Marques Santos, de 36 anos, vulgo “Mil-Mil”, foi encontrado com várias perfurações feitas por dois calibres de arma de fogo, espingarda e um revólver. Pela dinâmica da cena do crime a vítima estava trafegando em sua motocicleta quando foi acompanhada pelos acusados que ainda com a motocicleta em movimento, a vítima teria recebido o primeiro disparo e após cair a alguns metros em frente, foi executada com vários tiros à queima roupa. Emir Marques possuía diversas passagens pela justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *